Blog – Daniela Alves

Base de Dados sobre o Tráfico da Vida Humana

  • APP deste Blog para Celular

    APP para celular

  • ENQUETE – Serviço Consular Brasileiro: Você já precisou de auxílio urgente da embaixada ou consulado do Brasil e foi negligenciado(a)?

    CLIQUE ABAIXO E RESPONDA A ENQUETE ENQUETE - Serviço Consular Brasileiro: Você já precisou de auxílio urgente da embaixada ou consulado do Brasil e foi negligenciado(a)?
  • Conheça a campanha UNODC

  • Siga-me no Twiter

    Twiter
  • Crimes na Internet

  • Translator

  • Posts mais lidos

Petrobras repudia trabalho escravo em parcerias para produzir etanol

Posted by Daniela Alves em janeiro 11, 2008


O diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, afirmou que a estatal não aceitará parcerias para a produção de etanol que se baseiem em trabalho escravo. “Nos contratos e nos negócios de que a Petrobras vier a participar, para exportação de etanol, essa expressão [trabalho escravo] não entra no nosso dicionário”, disse.

Ele informou que a participação da estatal e da sócia japonesa Mitsui nas usinas deverá ser minoritária, de 20% a 30%. E que em todas as usinas com vendas destinadas principalmente aos mercados do Japão e da Coréia serão adotados critérios modernos de produção: “Não trabalharemos com queimadas, utilizaremos a mecanização para dar uma condição digna e uma remuneração adequada ao trabalhador”.

A tendência é mecanizar a plantação e a colheita, como já ocorre em usinas no estado de São Paulo, que concentra 80% da produção de etanol no país. Paulo Roberto Costa reconheceu que a mecanização diminuirá a quantidade de mão-de-obra na produção, mas disse que haverá ganhos para os trabalhadores.

A plantação e a colheita manuais ainda correspondem, no Brasil, a 80% do total, mas segundo o diretor, “no futuro não muito distante, em termos de produtividade e redução de custos, a mecanização é irreversível”.

A redução de mão-de-obra, explicou, é compensada pela  qualificação dos trabalhadores. Ele lembrou que a indústria de etanol carece de pessoal para trabalhar nos laboratórios e para operar os equipamentos nas unidades industriais: “Isto significa uma oportunidade de colocar pessoas com qualificação maior e mais adequada em trabalhos mais gratificantes, mais bem remunerados e com uma condição de vida muito melhor.”

Fonte: Agência Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: