Blog – Daniela Alves

Base de Dados sobre o Tráfico da Vida Humana

Murtinho capacita profissionais para combater o tráfico de mulheres

Posted by Daniela Alves em abril 18, 2008


Por ser uma cidade portuária, Porto Murtinho localizado na fronteira do Mato Grosso do Sul com o Rio Paraguai, está constantemente exposto aos descaminhos da lei, como o tráfico de mulheres, e outros delitos. Para prevenir isto, esteve na cidade na quarta-feira, 16, a socióloga Natália Ziolkowski, para coordenar um curso de prevenção a este tipo de tráfico. A socióloga representa a Secretaria Especial do Estado para Política para as Mulheres e o curso é ministrado sob os auspícios do IBISS (Instituto Brasileiro de Inovações Pró-Sociedade Saudável do Centro-Oeste).

O curso teve como público alvo os professores, membros do Conselho Tutelar do Município, trabalhadores da Saúde, tendo também a participação de professores e agentes sociais que atuam nas localidades paraguaias de Isla Margarita e Carmelo Peralta, que por se tratarem de localidades que compõem a faixa de fronteira, também sofrem os efeitos do tráfico de mulheres, uma prática quase centenária na região de Porto Murtinho, cujos prostíbulos, desde há muito sempre foram “abastecidos” com mulheres trazidas do Paraguai.

Aparte disso, por ser uma cidade portuária e turística, Porto Murtinho é naturalmente suscetível à prática, ilegal, do chamado “turismo sexual” abrindo assim os precedentes para exploração de mulheres, crianças e adolescentes. No tocante a isto, porém, a municipalidade, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania tem se esmerado em combater este mal, implementando programas sociais diversos, que atendem às famílias, crianças, adolescentes e mulheres, em risco eminente. A vinda da socióloga Natália Ziolkowski, para ministrar este curso é um reflexo da vontade da Administração do prefeito Nelson Cintra Ribeiro (PSDB) em combater e, se possível, erradicar a prática do tráfico de mulheres, que invariavelmente se presta à prostituição.

“Este trabalho não pode ser feito isoladamente, somente através de parcerias como a que temos com o Governo do Estado e o IBISS” ressaltou o prefeito Nelson Cintra. Este curso que está sendo ministrado tem a duração de dois dias.

Fonte: Portal Difusora 1.340

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: