Blog – Daniela Alves

Base de Dados sobre o Tráfico da Vida Humana

Rodovias de MS possuem 146 pontos de prostituição

Posted by Daniela Alves em outubro 21, 2008


As rodovias de Mato Grosso do Sul possuem 146 pontos de prostituição infantil. De acordo com a Procuradora chefe do Ministério Público do Trabalho, Simone Beatriz Assis de Rezende, esses números foram levantados pelo Comitê Estadual de Enfrentamento de Tráfico de Pessoas, formado em 2002 com objetivo de combater não só a prostituição envolvendo menores, como também o trabalho escravo e outros tipos de exploração de pessoas.

A procuradora apresentou esses números no Fórum Internacional de Justiça, que está sendo realizado em Campo Grande com a presença de autoridades de 40 países.

Durante o painel especial que trabalhou o tema: Tráfico de Crianças e Adolescentes, Combate à Pedofilia, Prostituição Infantil e Tráfico de Órgãos, presidido pelo desembargador Antônio Carlos Viana Santos, presidente da Seção de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo, a procuradora chefe explicou que vários organismos da sociedade (Polícias federal, civil e militar, entre outros) integram esse comitê que tem atuado arduamente no combate a esses crimes em Mato Grosso do Sul.

Exemplo disso, segundo ela, foi a ação articulada dos órgãos e entidades que resultou no resgate de 200 trabalhadores que viviam em regime de escravidão branca em uma fazenda no município de Rondonópolis.

Levantamenos desenvolvidos pala OIT – Organização Internacional do Trabalho, segundo Simone Beatriz, revelam que em 2005, por exemplo, 2,4 milhões de pessoas no mundo foram vítimas de tráfico. Destas, 43% por exploração sexual comercial; 32% por exploração econômica (incluindo as formas modernas de escravidão, como o trabalho escravo e o restante, outras formas de exploração das pessoas.

Não é à toa, segundo a procuradora, que o tráfico de pessoas e prostituição se enquadram como a 3ª maior forma mais rentável de crime. Em primeiro lugar está o tráfico de drogas e depois o comércio ilegal de armas.

Convênios

O secretário geral do Fórum Internacional de Justiça, jornalista Luiz Maurício disse que o encontro já serviu, até aqui, não só para a troca de experiências entre os países que combatem o crime organizado, o tráfico de drogas, a lavagem de dinheiro, a pedofilia e o tráfico de crianças e adolescentes, bem como para a assinatura de convênios entre países para o combate a esses crimes.

De acordo com a programação, hoje à tarde as autoridades do Fórum vão discutir, entre outros temas (alguns trabalhos estão sendo realizados em salas separadas), a lavagem de dinheiro e ilícitos conexos na União Européia. Os trabalhos serão apresentados pelo consultor de inteligência financeira, detetive do Reino Unido Alan Lambert.

Às 16 horas, Henry Rossbacher, sênior fellow do Centro de Estudos sobre Crimes Financeiros da Universidade da Flórida, vai abordar o tema: “Crimes Financeiros nos Estados Unidos”. Depois dele o procurador chefe da República da Turquia, Aykut Cengiz Engin, vai debater sobre o tema: “Crime organizado, terrorismo e tráfico de drogas na Turquia”.

Na sexta-feira (17) haverá um painel Brasil e Estados Unidos que vai discutir a ligação do crime organizado internacional com as facções criminosas do Brasil. O trabalho será presidido por George Millard, chefe de polícia civil do Estado de São Paulo.

Ron Hendren, adido do FBI (Federal Bureau of Investigation) vai abordar o tema: “O perfil do crime e do criminoso”. Esse trabalho será apresentado às 10 horas.

Fonte: MS  Notícias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: