Blog – Daniela Alves

Base de Dados sobre o Tráfico da Vida Humana

  • APP deste Blog para Celular

    APP para celular

  • ENQUETE – Serviço Consular Brasileiro: Você já precisou de auxílio urgente da embaixada ou consulado do Brasil e foi negligenciado(a)?

    CLIQUE ABAIXO E RESPONDA A ENQUETE ENQUETE - Serviço Consular Brasileiro: Você já precisou de auxílio urgente da embaixada ou consulado do Brasil e foi negligenciado(a)?
  • Conheça a campanha UNODC

  • Siga-me no Twiter

    Twiter
  • Crimes na Internet

  • Translator

  • Posts mais lidos

Desmantelada rede de transplantes ilegais de órgãos humanos

Posted by Daniela Alves em agosto 6, 2010


Foi desmantelada uma rede internacional que praticava transplantes ilegais de órgãos humanos em clínicas privadas do Azerbaijão, Ucrânia e Equador, anunciou hoje o Ministério do Interior ucraniano.

A organização, dirigida por um cidadão israelita e integrada por 11 ucranianos, extraiu ilegalmente órgãos a 50 pessoas durante três anos, informou Iuri Kucher, chefe do departamento de luta contra os delitos informáticos e o tratamento de pessoas.

O grupo recrutava cidadãos da Ucrânia, Rússia, Moldávia, Bielorrússia e Uzbequistão e enviava-os para o Azerbaijão e Equador onde lhes extraíam os órgãos, que depois eram transplantados em pessoas ricas em Israel, países europeus e asiáticos.

Sete ucranianos eram responsáveis pela escolha dos doadores “e através da Internet propunham a pessoas pobres para venderem um rim por cerca de 7600 euros”, dando preferência a mulheres saudáveis entre os 18 e os 25 anos.

A rede incluía quatro prestigiados cirurgiões ucranianos do Instituto Nacional de Transplantes Shalimov de Kiev, que recebiam 10% por cada operação.

Os membros do grupo detidos em Kiev terão arrecadado um total de 40 milhões de dólares.

Fonte: http://www.rr.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=93&did=115095

Anúncios

Uma resposta to “Desmantelada rede de transplantes ilegais de órgãos humanos”

  1. Ministério da Saúde said

    Olá blogueiro,
    É muito importante também incentivar a doação de órgãos e conscientizar as pessoas sobre a importância deste gesto de solidariedade.
    Para ser doador de órgãos não é preciso deixar nada por escrito. O passo principal é avisar a família sobre a vontade de doar. Os familiares devem se comprometer a autorizar a doação por escrito após a morte. Divulgue a ideia e salve vidas!
    Para mais informações: comunicacao@saude.gov.br
    Minsitério da Saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: