Blog – Daniela Alves

Base de Dados sobre o Tráfico da Vida Humana

Archive for the ‘Tráfico de Órgãos’ Category

Espanha apresenta o primeiro laboratório de órgãos bioartificiais com células-tronco do mundo

Posted by Daniela Alves em novembro 5, 2010

Os responsáveis do “Hospital Gregorio Marañón”, localizado em Madri (Espanha), apresentaram ontem, dia 2 de novembro, o primeiro laboratório do mundo cujo objetivo é criar órgãos bioartificiais, a partir de células-tronco adultas, para pessoas que necessitam de transplante.

Esta apresentação foi presidida por Rafael Matesanz, Diretor da “Organização Nacional de Transplantes” (ONT), pela ministra de Ciência e Inovação”, Cristina Garmendia, e pela presidente da “Comunidade de Madri”, Esperanza Aguirre, quem ressaltou que esta infra-estrutura resolverá a escassez de órgãos.

Por enquanto, se está trabalhando só com corações e o procedimento consiste em esvaziar os corações e outros órgãos humanos inaptos para transplante de seu conteúdo celular e “recelularizá-los com células-tronco do paciente que possam reconstruir o interior do órgão”, explicou o chefe de “Serviço de Cardiologia” do Centro, Francisco Fernández Avilés, que coordena este projeto.

Uma vez realizado este processo, as estruturas podem manter-se armazenadas durante meses em um Banco de matrizes para que, quando necessárias para um transplante, se consiga semear nelas as células-tronco adultas do receptor necessitado.

Segundo Avilés, o transplante deste tipo de órgãos, que poderá acontecer entre cinco e dez anos, acabaria com dois problemas: (1) um deles é a falta de doadores ou de órgãos idôneos para o transplante e (2) o outro é a rejeição do órgão transplantado por parte o paciente, já que as matrizes são inertes e não possuem nenhuma capacidade de resposta imunológica.

Fonte: http://www.webceiri.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1900:politica-internacional-espanha-apresenta-o-primeiro-laboratorio-de-orgaos-bioartificiais-com-celulas-tronco-do-mundo&catid=84:noticias&Itemid=85

Posted in Tráfico de Órgãos | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Response from Netcare following issue of summons

Posted by Daniela Alves em setembro 30, 2010

Fonte: http://www.netcare.co.za/content/6204/kidneycase/
Johannesburg, Wednesday 15 September 2010 After several years of cooperating fully with the South African Police Service and providing the investigating officer with countless affidavits it has come as a great surprise and disappointment that the prosecuting authority has seen it fit to bring charges against Netcare Limited, Netcare KZN and Dr Richard Friedland, Chief Executive Officer of Netcare.

Netcare Limited, Netcare KZN and Dr Friedland vigorously deny any wrongdoing whatsoever and intend to defend the charges brought against them.


Issued by: Martina Nicholson Associates (MNA) for Netcare
Contact: Martina Nicholson or Graeme Swinney
Telephone: (011) 469 3016
Email: martina@mnapr.co.za or Graeme@mnapr.co.za

Posted in Tráfico de Órgãos, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: | Leave a Comment »

Brasileiros são acusados de vender rins em esquema ilegal

Posted by Daniela Alves em setembro 30, 2010

por Mariana Fontes

20/09/2010
Órgãos teriam sido comercializados por cerca de R$10 mil e transplantados para pacientes israelenses, em hospital da África do Sul

Cirurgiões do hospital St Augustine, de Durban, África do Sul, foram acusados de realizar transplantes ilegais de rins. As denúncias se referem a 109 operações feitas no hospital, entre 2001 e 2003, em que pessoas de baixa renda – principalmente brasileiros – eram pagos para doar seus rins a pacientes israelenses. Continue lendo »

Posted in Tráfico de Órgãos, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: , , , , | 1 Comment »

Opera em Honduras rede de traficantes de órgãos

Posted by Daniela Alves em setembro 9, 2010

Tegucigalpa, 4 set (Prensa Latina) Uma rede de pessoas que traficam órgãos de menores e indocumentados opera no corredor entre Honduras e México, segundo um relatório conhecido hoje aqui.

O documento, entregado por autoridades mexicanas à Corte Suprema de Justiça (CSJ), precisa que no grupo criminoso estariam implicados membros fundadores da igreja Cristã Restaurada e cidadãos hondurenhos.

Esses indivíduos têm enganado a meninos e migrantes para roubar-lhes órgãos e posteriormente comercializá-los, precisa o relatório dado a conhecer pelo diário A Tribuna.

Vários menores desapareceram da entidade Casitas do Sur, localizada em cidade de México, e do Centro de Adaptação e Integração Familiar em Monterrey, Novo León e Cancún, e estima-se que muitos poderiam estar em Honduras.

A subprocuraduría geral de Extradição e Direção de Assistência Jurídica de México pediu à CSJ pesquisar a presença aqui desta rede e se tem relação com casas lares, centros de assistência social ou de beneficencia.

Segundo informou-se, os menores de idade em situação de risco são as principais vítimas destas bandas criminosas.

A diretora do Instituto Hondurenho da Criança e da Família, Suyapa Núñez, expressou sua preocupação depois da denúncia e manifestou a disposição de pesquisar a fundo o assunto.

Núñez chamou a adotar medidas enérgicas e aplicar todo o peso da lei contra as redes acostumadas a negociar com vidas humanas.

A denúncia sobre os traficantes de órgãos saiu à luz em um momento de grande comoção no país pelo assassinato em México de 72 migrantes, entre eles mais de uma dezena de hondurenhos.

ocs/car Modificado el ( sábado, 04 de septiembre de 2010 )

Fonte: http://www.prensalatina.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=217805&Itemid=1

Posted in Tráfico de Órgãos | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

MP-GO promove colóquio sobre Tráfico de Pessoas e de Órgãos

Posted by Daniela Alves em agosto 23, 2010

O auditório do Ministério Público de Goiás sediou nesta quinta-feira (19/8), o II Colóquio – Tráfico de Pessoas no Estado de Goiás. Promovido pelo Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas em Goiás (NETP-GO), o evento discutiu o tráfico humano em duas vertentes: para o trabalho escravo e para remoção de órgãos. A Semira participou do Colóquio, através da representante da Superintendência da Mulher, Maria de Fátima Sócrates.

A organização do evento foi do coordenador do Núcleo de Enfrentamento do Tráfico de Pessoas em Goiás, Saulo de Castro Bezerra. Durante a manhã, o evento focou discussões sobre o tráfico de pessoas para remoção de órgãos cujos temas foram debatidos  pelo coordenador nacional da Política de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, Ricardo Lins, do Ministério da Justiça; pelo psicanalista Cid Roberto Bertozzo Pimentel, representante do Ministério da Saúde, e pela consultora Daniela Alves Pereira de Andrade, do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI).

Dados considerados importantes divulgados pelo CEIRI é que no mercado internacional o preço de um coração, por exemplo, o órgão mais caro, é de U$100 mil; e o mais barato, a córnea, ao custo de U$10 mil. No meio dessa escala estão o fígado, rins e pele. Quanto aos países que mais comercializam órgãos estão Israel como maior comprador mundial e as Filipinas como maior vendedor. Somente no Irã existem 137 agências e 23 clínicas ilegais para transplantes de rins, segundo a OMS. Seguem a Colômbia e o Egito.

Mas os dados revelam ainda a China como um país que acha natural a compra de órgãos para transplantes, e cada país tem leis próprias sobre o assunto, não se discutindo ética ou moral quanto a essa prática. Outra questão levantada é quanto à noção de quem vende um órgão para conseguir dinheiro, e quem compra pagando qualquer preço, e que a extração de um órgao para transplante precisa ser feita por alguém que tenha competência para realizar cirurgias delicadas e longas para um resultado final satisfatório.

À tarde os temas foram o tráfico de pessoas para trabalho em condições análogas à de escravo. Entre os debatedores estavam o procurador do trabalho em Goiás Antônio Carlos Cavalcante Rodrigues; o representante do Ministério do Trabalho, Marcelo Gonçalves Campos; a auditora fiscal Jacqueline Carrijo, da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Goiás, e dom Ladislau Bienarski, presidente da Comissão Pastoral da Terra.

O coordenador do NETP, Saulo Bezerra, explicou que em Goiás só em 2009 foram liberadas 327 pessoas do trabalho escravo a que eram submetidas, mas que esse numero é pequeno diante do fato de não haver muitas denúncias. “É difícil localizar essas pessoas, só quando um desses trabalhadores-escravos fogem e fazem denúncia”. Ele comenta que um dos problemas em distribuir folhetos explicativos nas comunidades é que a maioria desses trabalhadores é analfabeta, mas que é importante fazer campanhas pelo rádio e TV.

Um aspecto que chama a atenção do emprego de trabalhadores-escravos é que, com a expansão dos negócios sucro-alcooleiros em Goiás, com plantio da cana-de-açúcar e indústria sucro-alcooeiras, também cresceu o número desses trabalhadores, cuja proposta de emprego engana, pois nem sempre recebem o salário prometido. “Queremos chegar onde acontece o aliciamento e hoje contamos com quase 50 organizações governamentais e não governamentais, para discutirmos formas preventivas e o atendimento a essas vítimas”, explicou Saulo Bezerra. (M. R. Mesquita/Ascom Semira)

Fonte do texto: http://www.semira.go.gov.br/index.php?idMateria=84914

Posted in Trabalho Escravo, Tráfico de Órgãos, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: , , | 2 Comments »

Desmantelada rede de transplantes ilegais de órgãos humanos

Posted by Daniela Alves em agosto 6, 2010

Foi desmantelada uma rede internacional que praticava transplantes ilegais de órgãos humanos em clínicas privadas do Azerbaijão, Ucrânia e Equador, anunciou hoje o Ministério do Interior ucraniano.

A organização, dirigida por um cidadão israelita e integrada por 11 ucranianos, extraiu ilegalmente órgãos a 50 pessoas durante três anos, informou Iuri Kucher, chefe do departamento de luta contra os delitos informáticos e o tratamento de pessoas.

O grupo recrutava cidadãos da Ucrânia, Rússia, Moldávia, Bielorrússia e Uzbequistão e enviava-os para o Azerbaijão e Equador onde lhes extraíam os órgãos, que depois eram transplantados em pessoas ricas em Israel, países europeus e asiáticos.

Sete ucranianos eram responsáveis pela escolha dos doadores “e através da Internet propunham a pessoas pobres para venderem um rim por cerca de 7600 euros”, dando preferência a mulheres saudáveis entre os 18 e os 25 anos.

A rede incluía quatro prestigiados cirurgiões ucranianos do Instituto Nacional de Transplantes Shalimov de Kiev, que recebiam 10% por cada operação.

Os membros do grupo detidos em Kiev terão arrecadado um total de 40 milhões de dólares.

Fonte: http://www.rr.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=93&did=115095

Posted in Tráfico de Órgãos | Etiquetado: | 1 Comment »

II Colóquio – Tráfico de Pessoas no Estado de Goiás

Posted by Daniela Alves em agosto 2, 2010

O II Colóquio – Tráfico de Pessoas no Estado de Goiás ocorrerá no dia 19 de agosto no Auditório do Edifício-Sede do Ministério Público do Estado de Goiás, programação inclusa, oportunidade em que será discutido o tráfico de pessoas para remoção de órgãos e para trabalho escravo.

Informo que as inscrições para participar no II Colóquio serão realizadas no local.

II COLÓQUIO

Tráfico de Pessoas no Estado de Goiás

19 de agosto – Goiânia

Agenda Tentativa*

08h – Credenciamento

08h30min – Palavras de boas vindas

09h – 12h Tráfico de pessoas para remoção de órgãos

Debatedores:

Daniela Alves Pereira de Andrade – Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI)

Cid Roberto Bertozzo Pimentel – Ministério da Saúde

Ricardo Rodrigues Lins – Ministério da Justiça

14h30min – 16h40min

Tráfico de pessoas para trabalho em condições análogas à de escravo

Debatedores:

Antônio Carlos Cavalcante Rodrigues – Procuradoria Regional do Trabalho 18ª Região

Marcelo Gonçalves Campos – Ministério do Trabalho e Emprego

Jacqueline Carrijo – Superintendência Regional do Trabalho e Emprego

Dom Ladislau Bienarski – Comissão Pastoral da Terra

16h40min – 17h

Coffebreak

17h

Sessão de Perguntas

*Sujeita a alterações

DAIANNY CRISTINE SILVA

Assessora Jurídica NETP-GO

Posted in Trabalho Escravo, Tráfico de Órgãos | Etiquetado: , , , | 1 Comment »

Projeto que visa inibir tráfico de órgãos passa na CAS

Posted by Daniela Alves em abril 9, 2010

O projeto (PLC 84/04) que visa inibir o tráfico de órgãos foi aprovado com alterações pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS) nesta quarta-feira, 31. Essa matéria, agora, terá de passar por votação no Plenário do Senado.

Apresentado em 2002 pelo então deputado federal Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), o projeto original acrescentava alguns dispositivos à Lei nº 9.434/97 – que trata, entre outros itens, da autorização judicial para doação de órgãos e tecidos.

O texto aprovado nesta quarta, modificado pelo senador Mão Santa (PSC-PI), determina que, “no caso de doação dependente de provimento judicial, poderá o juiz, convencendo-se da voluntariedade da doação e do atendimento dos requisitos legais, conhecer diretamente do pedido e conceder a autorização, proferindo sentença após a manifestação do Ministério Público”.

Também fica determinado que “quando a matéria não lhe parecer suficientemente esclarecida, o juiz poderá nomear perito para examinar o caso, bem assim designar audiência para o esclarecimento da matéria, no prazo máximo de dez dias”.

Modificações

Em seu relatório, Mão Santa justifica porque excluiu do projeto alguns itens – como o que previa, em alguns casos, a apresentação de laudo assinado por dois médicos com pós-graduação ou título de especialista reconhecido no Brasil. O senador argumenta que o laudo médico não é suficiente para afastar possíveis ilegalidades na doação de órgãos e tecidos, pois, segundo ele, os médicos se limitam a analisar as questões técnicas do transplante (“se há necessidade do transplante, se há compatibilidade entre doador e receptor, se há riscos elevados no procedimento etc.”).

Mão Santa afirmou que “não cabe ao médico avaliar e, principalmente, atestar a ausência de interesses obscuros e ilegais na doação” e que “não se pode transferir a responsabilidade do juiz para o médico”. Ele também disse que “o laudo médico de que trata o PLC nº 84, de 2004, não acrescenta salvaguardas ao procedimento judicial, mas poderia constranger médicos a atestar a legalidade de um ato sobre o qual eles não têm controle total”.

No Senado, antes de tramitar na CAS, o projeto foi analisado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde teve como relatores o senador Tião Viana (PT-AC) e, em seguida, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Ricardo Koiti Koshimizu / Agência Senado

Fonte: http://www.senado.gov.br/agencia/verNoticia.aspx?codNoticia=100641&codAplicativo=2&codEditoria=3

Posted in Tráfico de Órgãos | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Facilitar os transplantes para aumentar as hipóteses de sobrevivência dos pacientes

Posted by Daniela Alves em abril 9, 2010

Todos os dias morrem 12 pacientes na UE enquanto aguardam o transplante de um dador compatível, pelo que diminuir as listas de espera significa aumentar as suas hipóteses de sobrevivência. No dia 16 de Março, a comissão parlamentar do Ambiente, Saúde Pública e Segurança Alimentar aprovou as normas de qualidade e segurança dos órgãos humanos destinados a transplantação, tendo por objectivo garantir que os transplantes se processam de forma mais fácil, rápida e segura.

Existem quase 6.000 pacientes em lista de espera na União Europeia e, apesar de 81% dos europeus apoiarem o cartão de dador, apenas 12% o possuem.

Tentar encontrar dadores e receptores compatíveis de forma individual em cada Estado-Membro da União Europeia limita muito as possibilidades existentes, além de poder dar origem a fenómenos como o tráfico de órgãos.

As normas aprovadas têm por objectivos criar uma área de transplantes europeia, através de sistemas harmonizados de certificação de qualidade e uma melhor cooperação entre os países.

Garantir a qualidade e segurança dos órgãos

“O objectivo é dispor de mais órgãos para os pacientes”, explicou o eurodeputado eslovaco Miroslav Mikolášik (Grupo do Partido Popular Europeu) e autor do relatório parlamentar sobre a matéria, o que “implica uma maior cooperação entre os Estados-Membros”.

Tráfico de órgãos

Para combater o tráfico de órgãos, devem ser evitadas todas as compensações financeiras por doação de órgãos, com excepção dos custos associados aos dadores vivos, que em princípio só devem poder doar a familiares próximos e apenas como último recurso, nos casos em que não seja possível encontrar o órgão necessário.

Fonte: http://www.europarl.europa.eu/news/public/story_page/066-70539-067-03-11-911-20100312STO70510-2010-08-03-2010/default_pt.htm

Posted in Tráfico de Órgãos | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Israel prende quadrilha acusada de tráfico de órgãos

Posted by Daniela Alves em abril 7, 2010

Seis israelenses foram detidos sob a suspeita de comandarem uma rede internacional de tráfico de órgãos humanos. Eles também teriam quebrado promessas feitas a doadores, de pagar às pessoas que tiveram seus rins removidos, disse a polícia de Israel nesta quarta-feira.

A polícia também afirmou ter evitado que vários possíveis doadores tivessem extraídos seus rins, interceptando algumas dessas pessoas no Aeroporto Internacional Ben-Gurion antes que elas viajassem ao exterior para as cirurgias. Os traficantes ofereciam até US$ 100 mil por rim, mas pelo menos em dois casos não pagaram aos doadores após os órgãos terem sido removidos, disse a polícia.

O número real de transplantes não é conhecido, disse o porta-voz da polícia de Israel, Michael Rosenfeld. Ele acrescentou que “dezenas” de potenciais doadores foram recrutados através de anúncios. Os doadores viajavam à Europa, América do Sul e Sudeste Asiático, onde os órgãos eram extraídos. Frequentemente, eles voltavam a Israel de mãos vazias e com problemas de saúde, informou a polícia. A venda de órgãos é proibida em Israel.

Um dos suspeitos presos é um general da reserva do Exército de Israel. Segundo a polícia, mais detenções deverão ocorrer, após um mês de investigações sobre as atividades da quadrilha. A polícia afirma ter notificado vários supostos doadores logo antes das datas das cirurgias, bem como algumas pessoas que deixaram Israel para fazer as cirurgias e outras que foram impedidas de viajar no Aeroporto Internacional Ben-Gurion em Tel-Aviv, disse Rosenfeld.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,israel-prende-quadrilha-acusada-de-trafico-de-orgaos,535143,0.htm

Posted in Tráfico de Órgãos | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »