Blog – Daniela Alves

Base de Dados sobre o Tráfico da Vida Humana

Posts Tagged ‘Brasília’

CAPITAL DAS MERETRIZES

Posted by Daniela Alves em outubro 6, 2008

Não está ficando fácil estancar o crescimento da prostituição e pedofilia no Brasil. Nem mesmo ás campanhas e ação policial contra quem explora o comércio sexual de menores e adolescentes está surtindo efeito. Há lugares que a prostituição fugiu do controle das autoridades. O que fazer? É o que todos indagam!

Brasília, a capital da República, está sendo apontada como a capital das meretrizes, a começar já na pouca idade. O Correio Braziliense, o mais importante órgão de imprensa da capital divulgou uma reportagem que é de arrepiar os cabelos. Meninas que chegam em casa do colégio nos fins de semana partem logo para a “viração”, como elas mesmo denominam a prática sexual.

Elas residem em Planaltina de Goiás. Em pouco mais de meia hora estão em estão Brasília. Antes da viagem, as meninas tomam banho e trocam os uniformes por roupas de passear: saias, shorts e blusas coloridas ou de alcinha. Até domingo, a casa delas será a Rodoviária do Plano Piloto, onde vendem balas e chicletes aos passageiros que esperam nas filas. Na mesma plataforma onde ganham o sustento para as famílias, elas são exploradas sexualmente. “Por R$ 3, os moços mexem na gente”, diz Ana Paula, uma das meninas. Mexer é tocar no corpo e fazê-las praticar sexo oral. Ela tem 9 anos. As outras duas têm 9 e 11 anos, respectivamente.

A reportagem do Correio Braziliense descobriu que a realidade dessas três crianças se tornou comum no coração da capital do país, e a Rodoviária do Plano Piloto, localizada na avenida do poder brasileiro, virou palco da exploração sexual dessas menores. Nos três dias em que moram na Rodoviária, as três amigas ficam expostas a todos os tipos de violação de direitos garantidos no Estatuto da Criança e do Adolescente. São exploradas, trabalham até altas horas da madrugada, dormem, embaixo de uma marquise cercada de lixo, de latas de solvente e de bebidas. Não têm acesso a lazer, proteção e alimentação adequadas. Apesar disso, não se enxergam como vítimas. Para conseguir R$ 30, é necessário vender três caixas inteiras de chiclets, o que exige muita sorte para um dia de trabalho. Além dos trocados que ganham, as meninas são exploradas em troca de pratos de comida, como canja de galinha, ou salgados vendidos nos quiosques da plataforma inferior da rodoviária. Entre os exploradores estão comerciantes da região, compradores de vale-transporte e passageiros do Distrito Federal e do Entorno. Continue lendo »

Posted in Tráfico de Crianças e Adolescentes | Etiquetado: , , | Leave a Comment »