Blog – Daniela Alves

Base de Dados sobre o Tráfico da Vida Humana

Posts Tagged ‘OIT’

OIT faz alerta para expansão de usinas de álcool em MS

Posted by Daniela Alves em abril 28, 2008

Com a estimativa de instalação de cerca 60 novas usinas no Estado nos próximo anos e geração de milhares de empregos diretos e indiretos, a produção de biocombustíveis em Mato Grosso do Sul promete mexer com a economia regional. No entanto, a poucos dias da data alusiva ao dia do trabalhador, a OIT (Organização Internacional do Trabalho) faz um alerta sobre boom da produção de açúcar e álcool no Estado.Coordenadora do Projeto Nacional de Combate ao Trabalho Escravo da OIT (Organização Internacional do Trabalho), Andréa Bolzon afirma que a organização tem acompanhado com preocupação a expansão do setor em Mato Grosso do Sul. De acordo com ela, a OIT não define como incompatível o crescimento desta atividade e o trabalho decente, mas faz ressalvas ao processo de instalação que vem ocorrendo no Estado. “De fato as pessoas de Mato Grosso do Sul precisam estar muito atentas com essa atividade”, enfatiza, lembrando da celeridade que Mato Grosso do Sul tem dado quando o assunto é implantação de novas usinas.

Em Goiás, que recentemente viveu o processo da atividade sucroalcooleira, conta Andréa Bolzon, os impactos sociais foram graves. “Observamos maior ocorrência de gravidez na adolescência, assim como um aumento nos casos de exploração sexual de crianças e adolescentes”, destaca.

Mato Grosso do Sul já é hoje o segundo estado do país em casos de libertação de trabalhadores que se encontravam em situação de escravidão. O Pará lidera o ranking nacional. Somente no ano passado, foram libertados 1.779 sul-mato-grossenses que se encontravam em condições degradantes de trabalho, o que fez o estado aumentar em mais de 5.500% o número de ocorrências, se comparado a 2006. Conforme o Ministério do Trabalho, as áreas de plantio de cana-de-açúcar e carvoarias são os locais onde existem mais registros. Continue lendo »

Posted in Trabalho Escravo | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Começa campanha contra tráfico de mulheres na Eurocopa

Posted by Daniela Alves em março 10, 2008

Segundo a polícia suíça, entre 1,5 mil e 3 mil vítimas do tráfico de mulheres chegam ao país por ano. Elas trabalham em bordéis, viram “escravas domésticas” ou entram no “mercado do matrimônio”.

Neste Dia Internacional da Mulher, uma campanha chamada “Euro 2008 contra o tráfico de mulheres” pede mais proteção às vítimas desse tipo de “escravidão moderna”.

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) estima que cerca de 2,5 milhões de pessoas anualmente se tornam vítimas do tráfico de seres humanos, sendo que 80% são mulheres.

Segundo Doro Winkler, do Centro de Informação para Mulheres da África, Ásia e América Latina (FIZ), poucas dessas mulheres na Suíça são reconhecidas como vítimas.

O governo suíço estima que o número de vítimas pode chegar a 3 mil, mas apenas 5% procuram auxílio no FIZ. “Muitas delas não se arriscam a ir à polícia por temer a expulsão do país”, disse Winkler.

As 25 entidades organizadoras da campanha “Euro 2008 contra o tráfico de mulheres” querem que as vítimas não sejam mais tratadas como imigrantes ilegais, criminalizadas e expulsas do país.

Foco nas cidades-sede

Por isso, neste sábado, Dia Internacional da Mulher, os organizadores da campanha, que será centrada principalmente nas quatro cidades-sede do Euro na Suíça (Basiléia, Berna, Genebra e Zurique), lançam uma petição por “mais direitos e proteção para as vítimas do tráfico de mulheres”. Eles esperam recolher 25 mil assinaturas de apoio.

O documento apresenta uma série de reivindicações aos governos estaduais e federal, entre elas, a concessão às vítimas do direito de permanência no país, isso independentemente de as mulheres deporem ou não na polícia.

Fonte: Swissinfo com agências

Site da campanha “Euro 2008 contra o tráfico de mulheres” (em alemão, francês, italiano e inglês)

Posted in Tráfico de Mulheres | Etiquetado: , , | 4 Comments »