Blog – Daniela Alves

Base de Dados sobre o Tráfico da Vida Humana

  • APP deste Blog para Celular

    APP para celular

  • ENQUETE – Serviço Consular Brasileiro: Você já precisou de auxílio urgente da embaixada ou consulado do Brasil e foi negligenciado(a)?

    CLIQUE ABAIXO E RESPONDA A ENQUETE ENQUETE - Serviço Consular Brasileiro: Você já precisou de auxílio urgente da embaixada ou consulado do Brasil e foi negligenciado(a)?
  • Conheça a campanha UNODC

  • Siga-me no Twiter

    Twiter
  • Crimes na Internet

  • Translator

  • Posts mais lidos

Posts Tagged ‘Tráfico de Órgãos’

Espanhola põe à venda órgãos para evitar despejo

Posted by Daniela Alves em novembro 12, 2012

Uma mulher de 44 anos colocou à venda todos os órgãos “não vitais” de seu corpo mediante um anúncio na internet para enfrentar um processo de despejo de seu ex-companheiro, proprietário da casa na qual vive com sua filha, de 22 anos.

A página na internet do jornal “El Mundo” relata a situação da mulher, da qual não se revela a identidade. Ela vive com uma pensão de € 426 por mês de um programa de ajuda social e conta com a colaboração de uma médica da cidade de Melilla para “enfrentar os possíveis processos que possam surgir e a extração” dos órgãos que vá vender.

A cidade na qual a mulher vive se ofereceu para buscar uma solução e arrumar uma casa de aluguel social para ela, pela qual pagaria um pequeno valor, mas respeitando sua liberdade “de fazer o quiser fazer com sua vida”.

Caso a protagonista desta história consiga vender seus órgãos, ela poderá pegar 12 anos de prisão. O Código penal espanhol introduziu em 2009 uma reforma para estabelecer  como delito o tráfico ilegal de órgãos humanos.

Posted in Tráfico de Órgãos, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: | Leave a Comment »

Juristas propõem criação do crime de tráfico de órgãos

Posted by Daniela Alves em junho 21, 2012

Brasília – A comissão de juristas do Senado que discute mudanças no Código Penal aprovou nno dia 20 de abril uma proposta para criar o crime de tráfico de órgãos. Atualmente, por falta de legislação específica, a retirada de órgãos é enquadrada como lesão corporal com penas consideradas baixas pelos integrantes do colegiado.

O texto prevê quatro tipificações diferentes para o crime. O de natureza simples, com penas que variam de dois a seis anos de prisão. O praticado mediante pagamento, de três a oito anos, mesma pena para a condenação por retirada de órgãos para o comércio. Continue lendo »

Posted in Tráfico de Órgãos, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: | Leave a Comment »

Kosovo: Sete pessoas acusadas em caso de tráfico internacional de órgãos

Posted by Daniela Alves em novembro 21, 2010

Pelo menos sete pessoas, entre as quais um ex-responsável do Ministério da Saúde do Kosovo, foram formalmente acusadas de pertencerem a uma rede internacional de tráfico de órgãos, foi hoje noticiado.

De acordo com uma ata de acusação citada pela agência norte-americana AP, a rede angariava estrangeiros, a quem prometia cerca de 14 500 euros por um rim, e vendia os órgãos por entre 110 mil euros e 137 mil euros, afirma no documento o procurador europeu Jonathan Ratel.

Cerca de 20 estrangeiros “foram recrutados com falsas promessas de pagamentos” em 2008 para viajarem para o Kosovo para aí lhes serem retirados os órgãos. As vítimas eram provenientes da Moldova, Cazaquistão, Rússia e Turquia e vivam ou “em extrema pobreza ou (em) sérias dificuldades económicas”, segundo o documento. Continue lendo »

Posted in Tráfico de Órgãos, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Hospital sul-africano assume culpa por tráfico de órgãos

Posted by Daniela Alves em novembro 11, 2010

Um hospital se declarou culpado em um caso de tráfico de órgãos, incluindo a remoção de rins de cinco menores entre 2001 e 2003, informou hoje um alto funcionário da África do Sul. O porta-voz da polícia Vishnu Naidoo disse que o Netcare KwaZulu, um hospital na província de KwaZulu-Natal, no leste do país, pagará o equivalente a US$ 1,1 milhão em multas.

Ontem, a porta-voz da instituição médica Martina Nicholson disse que o governo retirou as acusações, logo após o hospital se declarar culpado por aceitar pagamentos por doações de rins e retirar os órgãos de menores de idade.

Na África do Sul existe uma grande demanda por transplantes de rins, mas há pequena quantidade disponível desses órgãos, que podem ser removidos de doadores vivos. O Netcare opera hospitais em todo o país, incluindo centros que estão entre os mais respeitados do continente africano. As informações são da Associated Press.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,hospital-sul-africano-assume-culpa-por-trafico-de-orgaos,637932,0.htm

Posted in Tráfico de Órgãos, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: , , , , , , | Leave a Comment »

Response from Netcare following issue of summons

Posted by Daniela Alves em setembro 30, 2010

Fonte: http://www.netcare.co.za/content/6204/kidneycase/
Johannesburg, Wednesday 15 September 2010 After several years of cooperating fully with the South African Police Service and providing the investigating officer with countless affidavits it has come as a great surprise and disappointment that the prosecuting authority has seen it fit to bring charges against Netcare Limited, Netcare KZN and Dr Richard Friedland, Chief Executive Officer of Netcare.

Netcare Limited, Netcare KZN and Dr Friedland vigorously deny any wrongdoing whatsoever and intend to defend the charges brought against them.


Issued by: Martina Nicholson Associates (MNA) for Netcare
Contact: Martina Nicholson or Graeme Swinney
Telephone: (011) 469 3016
Email: martina@mnapr.co.za or Graeme@mnapr.co.za

Posted in Tráfico de Órgãos, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: | Leave a Comment »

Brasileiros são acusados de vender rins em esquema ilegal

Posted by Daniela Alves em setembro 30, 2010

por Mariana Fontes

20/09/2010
Órgãos teriam sido comercializados por cerca de R$10 mil e transplantados para pacientes israelenses, em hospital da África do Sul

Cirurgiões do hospital St Augustine, de Durban, África do Sul, foram acusados de realizar transplantes ilegais de rins. As denúncias se referem a 109 operações feitas no hospital, entre 2001 e 2003, em que pessoas de baixa renda – principalmente brasileiros – eram pagos para doar seus rins a pacientes israelenses. Continue lendo »

Posted in Tráfico de Órgãos, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: , , , , | 1 Comment »

Opera em Honduras rede de traficantes de órgãos

Posted by Daniela Alves em setembro 9, 2010

Tegucigalpa, 4 set (Prensa Latina) Uma rede de pessoas que traficam órgãos de menores e indocumentados opera no corredor entre Honduras e México, segundo um relatório conhecido hoje aqui.

O documento, entregado por autoridades mexicanas à Corte Suprema de Justiça (CSJ), precisa que no grupo criminoso estariam implicados membros fundadores da igreja Cristã Restaurada e cidadãos hondurenhos.

Esses indivíduos têm enganado a meninos e migrantes para roubar-lhes órgãos e posteriormente comercializá-los, precisa o relatório dado a conhecer pelo diário A Tribuna.

Vários menores desapareceram da entidade Casitas do Sur, localizada em cidade de México, e do Centro de Adaptação e Integração Familiar em Monterrey, Novo León e Cancún, e estima-se que muitos poderiam estar em Honduras.

A subprocuraduría geral de Extradição e Direção de Assistência Jurídica de México pediu à CSJ pesquisar a presença aqui desta rede e se tem relação com casas lares, centros de assistência social ou de beneficencia.

Segundo informou-se, os menores de idade em situação de risco são as principais vítimas destas bandas criminosas.

A diretora do Instituto Hondurenho da Criança e da Família, Suyapa Núñez, expressou sua preocupação depois da denúncia e manifestou a disposição de pesquisar a fundo o assunto.

Núñez chamou a adotar medidas enérgicas e aplicar todo o peso da lei contra as redes acostumadas a negociar com vidas humanas.

A denúncia sobre os traficantes de órgãos saiu à luz em um momento de grande comoção no país pelo assassinato em México de 72 migrantes, entre eles mais de uma dezena de hondurenhos.

ocs/car Modificado el ( sábado, 04 de septiembre de 2010 )

Fonte: http://www.prensalatina.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=217805&Itemid=1

Posted in Tráfico de Órgãos | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

MP-GO promove colóquio sobre Tráfico de Pessoas e de Órgãos

Posted by Daniela Alves em agosto 23, 2010

O auditório do Ministério Público de Goiás sediou nesta quinta-feira (19/8), o II Colóquio – Tráfico de Pessoas no Estado de Goiás. Promovido pelo Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas em Goiás (NETP-GO), o evento discutiu o tráfico humano em duas vertentes: para o trabalho escravo e para remoção de órgãos. A Semira participou do Colóquio, através da representante da Superintendência da Mulher, Maria de Fátima Sócrates.

A organização do evento foi do coordenador do Núcleo de Enfrentamento do Tráfico de Pessoas em Goiás, Saulo de Castro Bezerra. Durante a manhã, o evento focou discussões sobre o tráfico de pessoas para remoção de órgãos cujos temas foram debatidos  pelo coordenador nacional da Política de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, Ricardo Lins, do Ministério da Justiça; pelo psicanalista Cid Roberto Bertozzo Pimentel, representante do Ministério da Saúde, e pela consultora Daniela Alves Pereira de Andrade, do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI).

Dados considerados importantes divulgados pelo CEIRI é que no mercado internacional o preço de um coração, por exemplo, o órgão mais caro, é de U$100 mil; e o mais barato, a córnea, ao custo de U$10 mil. No meio dessa escala estão o fígado, rins e pele. Quanto aos países que mais comercializam órgãos estão Israel como maior comprador mundial e as Filipinas como maior vendedor. Somente no Irã existem 137 agências e 23 clínicas ilegais para transplantes de rins, segundo a OMS. Seguem a Colômbia e o Egito.

Mas os dados revelam ainda a China como um país que acha natural a compra de órgãos para transplantes, e cada país tem leis próprias sobre o assunto, não se discutindo ética ou moral quanto a essa prática. Outra questão levantada é quanto à noção de quem vende um órgão para conseguir dinheiro, e quem compra pagando qualquer preço, e que a extração de um órgao para transplante precisa ser feita por alguém que tenha competência para realizar cirurgias delicadas e longas para um resultado final satisfatório.

À tarde os temas foram o tráfico de pessoas para trabalho em condições análogas à de escravo. Entre os debatedores estavam o procurador do trabalho em Goiás Antônio Carlos Cavalcante Rodrigues; o representante do Ministério do Trabalho, Marcelo Gonçalves Campos; a auditora fiscal Jacqueline Carrijo, da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Goiás, e dom Ladislau Bienarski, presidente da Comissão Pastoral da Terra.

O coordenador do NETP, Saulo Bezerra, explicou que em Goiás só em 2009 foram liberadas 327 pessoas do trabalho escravo a que eram submetidas, mas que esse numero é pequeno diante do fato de não haver muitas denúncias. “É difícil localizar essas pessoas, só quando um desses trabalhadores-escravos fogem e fazem denúncia”. Ele comenta que um dos problemas em distribuir folhetos explicativos nas comunidades é que a maioria desses trabalhadores é analfabeta, mas que é importante fazer campanhas pelo rádio e TV.

Um aspecto que chama a atenção do emprego de trabalhadores-escravos é que, com a expansão dos negócios sucro-alcooleiros em Goiás, com plantio da cana-de-açúcar e indústria sucro-alcooeiras, também cresceu o número desses trabalhadores, cuja proposta de emprego engana, pois nem sempre recebem o salário prometido. “Queremos chegar onde acontece o aliciamento e hoje contamos com quase 50 organizações governamentais e não governamentais, para discutirmos formas preventivas e o atendimento a essas vítimas”, explicou Saulo Bezerra. (M. R. Mesquita/Ascom Semira)

Fonte do texto: http://www.semira.go.gov.br/index.php?idMateria=84914

Posted in Trabalho Escravo, Tráfico de Órgãos, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: , , | 2 Comments »

Desmantelada rede de transplantes ilegais de órgãos humanos

Posted by Daniela Alves em agosto 6, 2010

Foi desmantelada uma rede internacional que praticava transplantes ilegais de órgãos humanos em clínicas privadas do Azerbaijão, Ucrânia e Equador, anunciou hoje o Ministério do Interior ucraniano.

A organização, dirigida por um cidadão israelita e integrada por 11 ucranianos, extraiu ilegalmente órgãos a 50 pessoas durante três anos, informou Iuri Kucher, chefe do departamento de luta contra os delitos informáticos e o tratamento de pessoas.

O grupo recrutava cidadãos da Ucrânia, Rússia, Moldávia, Bielorrússia e Uzbequistão e enviava-os para o Azerbaijão e Equador onde lhes extraíam os órgãos, que depois eram transplantados em pessoas ricas em Israel, países europeus e asiáticos.

Sete ucranianos eram responsáveis pela escolha dos doadores “e através da Internet propunham a pessoas pobres para venderem um rim por cerca de 7600 euros”, dando preferência a mulheres saudáveis entre os 18 e os 25 anos.

A rede incluía quatro prestigiados cirurgiões ucranianos do Instituto Nacional de Transplantes Shalimov de Kiev, que recebiam 10% por cada operação.

Os membros do grupo detidos em Kiev terão arrecadado um total de 40 milhões de dólares.

Fonte: http://www.rr.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=93&did=115095

Posted in Tráfico de Órgãos | Etiquetado: | 1 Comment »

II Colóquio – Tráfico de Pessoas no Estado de Goiás

Posted by Daniela Alves em agosto 2, 2010

O II Colóquio – Tráfico de Pessoas no Estado de Goiás ocorrerá no dia 19 de agosto no Auditório do Edifício-Sede do Ministério Público do Estado de Goiás, programação inclusa, oportunidade em que será discutido o tráfico de pessoas para remoção de órgãos e para trabalho escravo.

Informo que as inscrições para participar no II Colóquio serão realizadas no local.

II COLÓQUIO

Tráfico de Pessoas no Estado de Goiás

19 de agosto – Goiânia

Agenda Tentativa*

08h – Credenciamento

08h30min – Palavras de boas vindas

09h – 12h Tráfico de pessoas para remoção de órgãos

Debatedores:

Daniela Alves Pereira de Andrade – Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI)

Cid Roberto Bertozzo Pimentel – Ministério da Saúde

Ricardo Rodrigues Lins – Ministério da Justiça

14h30min – 16h40min

Tráfico de pessoas para trabalho em condições análogas à de escravo

Debatedores:

Antônio Carlos Cavalcante Rodrigues – Procuradoria Regional do Trabalho 18ª Região

Marcelo Gonçalves Campos – Ministério do Trabalho e Emprego

Jacqueline Carrijo – Superintendência Regional do Trabalho e Emprego

Dom Ladislau Bienarski – Comissão Pastoral da Terra

16h40min – 17h

Coffebreak

17h

Sessão de Perguntas

*Sujeita a alterações

DAIANNY CRISTINE SILVA

Assessora Jurídica NETP-GO

Posted in Trabalho Escravo, Tráfico de Órgãos | Etiquetado: , , , | 1 Comment »