Blog – Daniela Alves

Base de Dados sobre o Tráfico da Vida Humana

Posts Tagged ‘tráfico de seres humanos’

Combate ao tráfico de seres humanos

Posted by Daniela Alves em maio 20, 2008

O combate ao tráfico de seres humanos no Ceará ganha mais reforço com novo posto inaugurado no Cariri

Juazeiro do Norte. O primeiro Posto de Combate e Prevenção ao Tráfico de Seres Humanos (TSH) e Assistência à Vítima do Estado do Ceará do Interior foi inaugurado na manhã do último domingo, no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte. Uma das justificativas para a instalação foi a incidência desse tipo de ocorrência em grande escala na região e o município é a porta principal, por conta do aeroporto.

Segundo o assessor da Secretaria de Justiça do Estado, Pinheiro Júnior, três boates e casas de prostituição foram fechadas no Cariri. Durante a instalação do Posto, ele afirma que recebeu uma denúncia de tráfico de crianças no município e já está iniciando um trabalho de apuração, mas no momento não pode revelar mais detalhes para não atrapalhar no andamento das investigações. A denúncia dá conta que o tráfico esta sendo feito via aeroporto. O Posto é uma parceria entre a administração municipal, por meio da Secretaria de Ação Social, e a Secretaria de Justiça do Estado.

Conforme o assessor, espera-se que, a partir de agora, a população faça a sua parte e denuncie os crimes. Em uma operação no mês de abril, feita pela Polícia Federal, Civil e Agência Brasileira de Inteligência (AbIn), na região, foram fechadas a boate Degrau, Boate das Loiras, em Juazeiro, reincidente no crime, e Casa de Pagode, no Crato. Na verdade, conforme Pinheiro, esses locais funcionavam como casas de massagem e os proprietários, os agenciadores, foram presos. As crianças e adolescentes encontradas nessas casas foram reconduzidas aos seus locais de origem, segundo assegurou.

Mesmo com o crescimento no número de casos no Estado, o combate, de acordo com Pinheiro, tem se intensificado. Atualmente há quatro escritórios no Ceará. Um no Aeroporto da Capital, outro na Secretaria de Justiça e outro na cidade, além do quarto no Cariri. A meta é que sejam instalados os postos de combate ao TSH também nas rodoviárias de outras cidades do Estado onde foram constatados casos de tráfico de seres humanos. “Em Fortaleza o tráfico internacional é muito mais intenso”, diz ele, ao acrescentar que primeiro eles pedem o passaporte da vítima e depois ficam com a vida dela.

Para a coordenadora estadual do Escritório de Combate ao Tráfico de Pessoas, Eline Maria Marques Dantas, algumas das garotas resgatadas das casas de prostituição eram de Mossoró, Recife e Fortaleza. O posto será o responsável pelo número de pessoas que chegam até a cidade, via aeroporto, inclusive de crianças, e o repasse dessas informações a AbIn.

“Segundo o artigo 231 A, do Código Penal Brasileiro, se configura como tráfico de seres humanos o transporte, o alojamento e a fraude usada por essas meninas”, diz a coordenadora. Ela explica que as pessoas vítimas desse crime, em sua grande maioria, sabem que estão nas respectivas boates e casas de prostituição para exercer a profissão, mas não tem a noção da forma como muitas vezes têm que desenvolver esse trabalho. “Muitas vezes têm apenas um dia de folga e a maior parte do que ganham é deixado para a casa”. Já na situação de cárcere privado, essas meninas não chegam a ter folga, segundo denunciou.

O que é o tráfico, como trabalhar e quais as principais suspeitas serão levadas à população por meio do escritório. As denúncias e a exploração sexual da criança e do adolescente têm aumentado bastante conforme a coordenadora.

Também foram constatados casos de travestis levados para a Europa. Quatro denúncias na região estão sendo apuradas para essas situações.

Em outras cidades será feita parceria com o Ministério Público Estadual e Federal e Conselhos Tutelares. Nas cidades de Quixadá, Quixeramobim, Russas, Morada Nova e Sobral já foram presas pessoas por tráfico se seres humanos.

Fonte: Diário do Nordeste

Posted in Tráfico de Pessoas | Etiquetado: | Leave a Comment »

Força-tarefa vai investigar tráfico humano no Pará

Posted by Daniela Alves em maio 19, 2008

Uma força-tarefa desembarcará, em Belém, no Pará, a fim de apurar denúncias de tráfico de seres humanos, exploração sexual de crianças e de adolescentes e casos de pedofilia. A Secretaria Especial dos Direitos Humanos (SEDH) da Presidência da República informou que a ação foi decidida no último dia 6, após a reunião em que os bispos dom José Luiz Azcona Hermoso, dom Flávio Giovanelle e dom Erwin Kräutler e o padre José Amaro Lopes relataram violações dos diretos humanos no estado. Os quatro estão ameaçados de morte.

Segundo o ouvidor da SEDH, Fermino Fechio, os depoimentos foram muito veementes. “A nossa expectativa é encontrar soluções efetivas para as várias denúncias feitas pelos religiosos durante audiência”, afirmou. Um dos principais motivos da visita é a existência de 300 pessoas ameaçadas de morte no estado. Além desse tema, a força-tarefa pretende fazer cobranças a autoridades do Pará sobre uma série de assuntos, como a necessidade de uma ação mais enérgica no combate ao narcotráfico e à exploração sexual de crianças e adolescentes. 

O grupo se reunirá com a governadora Ana Júlia Carepa (PT), o procurador geral de Justiça do estado, Geraldo de Mendonça Rocha, a presidente do Tribunal de  Justiça paraense, Albanira Lobato Bemerguy, a representante da Ordem dos Advogados  do Brasil (OAB) do Pará, Ângela Serra Salles, e integrantes da sociedade civil.

A força-tarefa conta com membros do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CDDPH), ligado à SEDH, e representantes do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), da Polícia Federal (PF), do Conselho de Procuradores Gerais de Justiça, do Ministério Público Federal, da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão e da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados.

Para o município de Abaetetuba, a força pedirá a instalação de um posto da PF, o imediato funcionamento de uma escola técnica, informação sobre inquérito policial das ameaças de morte a duas conselheiras tutelares, fibra ótica para Delegacia de Polícia e o afastamento de um delegado que teria afirmado saber de ocorrências de narcotráfico, mas que as ignoraria “por causa do problema social da perda da renda”

Em Anapu, será requerida a instalação da Comarca Judiciária Estadual e o afastamento do delegado da cidade. Em Altamira, o grupo tentará obter detalhes sobre as ameaças de morte contra o bispo dom Erwin e o padre Amaro. Completam a lista os seguintes temas: implementação do Plano de Desenvolvimento Sustentável do Marajó com democratização da Gestão; oferta de cursos na Universidade Federal do Pará, levando em conta a vocação local e a necessidade do mercado; ampliação e consolidação da rede de suporte das vítimas; e nomeação dos promotores nos municípios de maior violência. (AE) 

Fonte: Correio da Bahia

Posted in Tráfico de Crianças e Adolescentes, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Amazônia tem 300 pessoas na ‘lista da morte’

Posted by Daniela Alves em maio 7, 2008

Há uma lista, pública, de 300 pessoas marcadas para morrer no estado do Pará, afirmou o bispo prelado do Marajó, d. José Luís Azcona, em audiência pública hoje, 6, na Comissão da Amazônia da Câmara dos Deputados. “O tráfico na Amazônia de mulheres e crianças para exploração sexual e a situação dos religiosos ameaçados de morte por combatê-lo”. No mês passado, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) pediu às autoridades de segurança pública medidas de proteção para religiosos que integram a lista macabra.

“Todo mundo sabe, mas ninguém faz nada”, afirmou d. Luís Azcona. Ele se referia às autoridades policiais, ao Ministério Público e à Justiça. “Essa, é uma sociedade doente. A Amazônia é explorada por modelos importados, um modelo colonialista perpétuo; a Amazônia precisa ser levada a sério, senão vamos perder essa riqueza”, descreveu.

Alertou que o Estado é omisso diante da exploração internacional da Amazônia em detrimento dos amazônidas, referindo-se a apenas uma fronteira mal-guardada: o mar do Marajó, uma extensão de 300 quilômetros na Amazônia Azul sem a presença da Marinha de Guerra.

Azcona também foi enfático ao lembrar que 15 ministérios redigiram o Plano de Desenvolvimento Sustentável do Marajó e que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve no arquipélago marítimo-fluvial, mas o documento de 300 páginas foi simplesmente engavetado. E não se fala mais nele. Deve estar enfeitando alguma estante na Casa Civil da Presidência da República.

A miséria é cada dia mais negra no paradoxal paraíso marajoara. A cidade de Breves, segundo Azcona, já denunciou e a TV Globo, inclusive, mostrou para todo o Brasil, é o paraíso da prostituição infantil e do tráfico de crianças para a Guiana Francesa. Três vereadores estupraram crianças impunemente.

Em Portal, Anajás e Curralinho, quadrilhas aliciam crianças para a prostituição e tráfico. Azcona afirmou que há conivência de autoridades locais em casos de “prostituição, tráfico e consumo de drogas, e uso de bebidas alcoólicas entre os jovens”. Continue lendo »

Posted in Sem-categoria | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Delitos transnacionais: crime usa o Ceará como rota

Posted by Daniela Alves em maio 5, 2008

Prostituição, tráfico de drogas e de seres humanos, além de violação ao meio-ambiente brasileiro, com o contrabando de animais, fósseis e de compostos marinhos. Nas últimas semanas, operações realizadas pelas polícias Federal, Civil e Militar no Ceará comprovaram que o Estado tornou-se, definitivamente, um dos principais pontos das rotas nacionais e internacionais do crime organizado.

O fluxo de traficantes na Capital cearense é uma realidade que vem sendo combatida diariamente pelas autoridades. Mesmo assim, as quadrilhas de mercadores de drogas, animais, corais e de seres humanos não dão trégua. Em três semanas, as polícias desmantelaram, pelo menos, cinco rotas de comércio de drogas e um esquema interestadual e internacional de prostituição.

Somente este ano, 17 estrangeiros foram detidos em Fortaleza quando serviam de ‘mulas’ para traficantes de cocaína de países europeus e africanos. Os flagrantes realizados pela Polícia Federal acontecem sempre no momento do embarque de vôos internacionais no Aeroporto Pinto Martins.

Narcotráfico

Homens e mulheres, de diferentes idade, profissão, países e continentes, são flagrados, todas as semanas, praticamente, com drogas em suas bagagens ou mesmo carregam a ‘encomenda’ no próprio corpo, tudo em troca de dólares e euros prometidos pelos narcotraficantes.

O mais recente golpe dado no crime organizado, no entanto, foi a desarticulação de um grupo que atuava na exploração da prostituição alheia.

Vinte mandados de prisão temporária foram assinados pela Justiça e 19 pessoas acabaram presas. Uma ainda está foragida. O ‘quartel general’ do esquema de prostituição era um bordel de luxo, disfarçado de restaurante e hotel, situado no Município do Eusébio (na Região Metropolitana de Fortaleza), onde mulheres de programa, procedentes de vários Estados brasileiros recebiam seus clientes e o cachê era rateado com os exploradores.

Noutra recente operação da Polícia Federal, foi desarticulado mais um viés do crime internacional com passagem pelo Ceará: o tráfico de fragmentos de recifes de corais brasileiros destinados ao mercado europeu de aquariofilia. Ao lado do contrabando de fósseis, a retirada e venda ilegal de corais causa danos irreparáveis à natureza e atenta contra o patrimônio do País, com o Ceará sendo caminho do crime.

Dos 17 estrangeiros presos pela PF com drogas, nenhuma tinha passagem anterior pelo País. A maioria é recrutada em seu país de origem para viajar ao Brasil e receber a ‘encomenda’. Assim, o País se caracteriza como um entreposto do narcotráfico, já que as drogas são produzidas além das fronteiras brasileiras. Mas, o caminho até chegar ao destinatário inclui o Brasil como portão de saída para a Europa.

Na semana passada, a ação dos agentes federais lotados na Delegacia de Repressão aos Entorpecentes (DRE), resultou em dois flagrantes de ‘mulas’ internacionais no aeroporto desta Capital.

Uma espanhola e um ganês foram detidos, em situações e dias diferentes, quando tentavam seguir para o Exterior conduzindo cocaína de alto teor de pureza, produzida na Bolívia. Maria Gracia Vale Contreras conduzia três quilos de cocaína bagagem o Destino da droga era a Holanda. Pelo ‘serviço’, ela receberia seis mil euros, conforme confessou na PF.
Continue lendo »

Posted in Crime Organizado Transnacional | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Operação prende três mulheres acusadas de manter casas de prostituição no interior do Ceará

Posted by Daniela Alves em março 31, 2008

Três mulheres foram presas em flagrante na noite de sexta-feira (29) em Juazeiro do Norte e em Crato acusadas de manter casas de prostituição. Uma das mulheres, Lucélia Ferreira dos Santos presa em Crato, ainda foi acusada de tráfico de seres humanos. As outras duas mulheres, Francisca Zildelene Ferreira e Josefa Zilderlândia Ferreira, são irmãs e foram presas em Juazeiro do Norte.

Nas três casas de prostituição eram mantinhas cerca de 30 garotas com idade entre 18 e 25 anos.

As prisões foram realizadas em uma operação conjunta do gabinete de Gestão Integrada (GGI), Polícia Militar, Polícia Civil, Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e Escritório de combate ao tráfico de seres humanos.

A pena para o crime de tráfico de seres humanos varia de três a oito anos e no caso de manter casa de prostituição de três a cinco anos.

Fonte: O Povo

O QUE DIZ A LEI

Casa de prostituição
Artigo 229: manter, por conta própria ou de terceiro, casa de prostituição ou lugar destinado a encontros para fim libidinoso, haja, ou não, intuito de lucro ou mediação direta do proprietário ou gerente. Pena: reclusão, de dois a cinco anos, e multa.

Tráfico interno de pessoas
Artigo 231-A: promover, intermediar ou facilitar, no território nacional, o recrutamento, o transporte, a transferência, o alojamento ou o acolhimento da pessoa que venha exercer a prostituição. Pena: reclusão, de três a oito anos, e multa.

Fonte: Código Penal (Decreto-Lei nº. 2.848 de 7 de dezembro de 1940)

PRINCIPAIS ROTAS DO TRÁFICO

Fortaleza-Mossoró (RN)
Mossoró-Juazeiro do Norte
Iguatu-Quixadá
Fortaleza-Recife (PE)
Rio de Janeiro (RJ)-Fortaleza
Picos (RN)-Fortaleza

As rotas funcionam nos dois sentidos.

Fonte: Escritório de Combate e Prevenção ao Tráfico de Seres Humanos e Assistência à Vítima (TSH)

Posted in Tráfico de Mulheres, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

Haiti, onde se compra escravos por 50 dólares

Posted by Daniela Alves em março 27, 2008

Por Aloisio Milani

 http://aloisiomilani.wordpress.com/2008/03/19/haiti-onde-se-compra-escravos-por-50-dolares/

É estranho como alguns temas são recorrentes na carreira de jornalista. Há cerca de cinco anos atrás fiz um livro-reportagem sobre o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil. Viajei para Recife, Palmares, Fortaleza e Canaã para acompanhar denúncias. Agora, em minhas pesquisas sobre o Haiti, a história dos restavek reapareceu com este tema. Tenho a imprenssão que são casos de semelhante violência, mas a dimensão haitiana é mais cruel pelo incrível assédio de famílias estrangeiras.

Na semana passada, ouvi uma ótima entrevista na NPR, rádio pública dos Estados Unidos, com o autor de um novo livro sobre a escravidão moderna. Benjamin Skinner escreveu “A Crime So Monstrous: Face-to-Face with Modern-Day Slavery“. Em sua entrevista relatou que viveu situações no Haiti em que se podia comprar uma pessoa por US$ 50 e com ela explorar sexualmente ou para o trabalho doméstico. Clique aqui para ouvir em inglês a entrevista de oito minutos com ele pela NPR. Há um trecho com a gravação de sua apuração no Haiti.

“Para nossa referência, digamos que o centro do universo moral é a sala S-3800 do Secretariado das Nações Unidas, em Manhattan [sala do comandante da ONU]. A partir daqui, você está há cerca de cinco horas de ser capaz de negociar a venda, em pleno dia, de um saudável menino ou uma menina. Seu escravo virá em qualquer cor que quiser, como Henry Ford disse, contanto que seja preto [frase famosa atribuída ao fundador da empresa Ford que iniciou a fabricação em massa de automóveis]. Idade máxima: quinze. Ele ou ela podem ser usados para qualquer coisa. Sexo ou trabalhos domésticos são os mais freqüentes usos, mas cabe a você decidir.”

Aqui um trecho do livro de Skinner com tradução livre minha e alguns grifos pessoais. Ele descreve sua saga ao chegar no Haiti, descer no Aeroporto Tossaint L’Ouverture e procurar um escravo. “Em 1850, um escravo custaria entre US$ 30.000 para US$ 40.000 – em outras palavras, era como investir num Mercedes. Hoje, você pode ir ao Haiti e comprar uma garota de nove anos para usar como uma escrava sexual e doméstica por US$ 50. A desvalorização da vida humana é incrivelmente pronunciada”, disse na entrevista à NPR.

Posted in Trabalho Escravo | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

Tailândia e Vietnã assinam acordo contra tráfico de seres humanos

Posted by Daniela Alves em março 24, 2008

O premier tailandês, Samak Sundaravej (E), é recebido pelo colega vietnamita, Nguyen Tan Dung, durante visita a HanóiTailândia e Vietnã assinaram nesta segunda-feira um acordo contra o tráfico de seres humanos, um fenômeno que, segundo os especialistas, está aumentando no sudeste da Ásia.

O acordo, centrado na prevenção e na luta contra o tráfico de mulheres e crianças, foi concluído por ocasião de uma visita a Hanói do primeiro-ministro tailandês, Samak Sundaravej.

Milhares de vietnamitas seriam vítimas desse tráfico, destinados principalmente à China e ao Camboja. Suspeita-se que muitas mulheres se deixaram atrair por promessas de trabalho e acabam na prostituição ou num casamento forçado.

Entre 2005 e 2007, a polícia vietnamita detectou 900 casos de tráfico de seres humanos que afetam cerca de 2.200 vítimas, segundo cifras fornecidas em dezembro pelo ministério da Segurança Pública reveladas pela Agência Vietnamita de Informação (AVI, oficial).

De qualquer maneira, é difícil determinar a dimensão desse fenômeno.

A polícia suspeita que uma grande parte das mulheres e crianças dadas por desaparecidas no país (mais de 20.000) podem ter sido vítimas de redes de traficantes conectadas com países europeus, Rússia ou Estados Unidos.

Fonte: AFP

Posted in Tráfico de Pessoas | Etiquetado: , , , | 1 Comment »

Angola deve atualizar legislação para combater tráfico de pessoas

Posted by Daniela Alves em março 24, 2008

Angola deve atualizar a sua legislação para combater o tráfico de seres humanos. Quem o diz é o diretor do Gabinete de Intercâmbio e Cooperação do Ministério do Interior, Paulino Cunha da Silva.

Falando na abertura do work-shop sobre o tráfico de seres humanos, promovido pelo Ministério do Interior, Paulino Cunha da Silva afirmou que o encontro visa definir uma estratégia comum para combater o tráfico de seres humanos.

“Precisamos de atualizar os nossos instrumentos jurídicos e aperfeiçoar a ação operativa que requer, necessariamente, o apoio constante de todos”, afirmou o responsável do Ministério do Interior, acrescentando que “atualmente este tipo de crime comete-se, usando não só a via terrestre, mas também a Internet”.

Paulino da Silva considera que o combate ao tráfico de seres humanos não é apenas uma tarefa do Ministério do Interior, mas de ­todos.

Enquanto isto, José Martins, da Organização Internacional das Migrações (OIM), revelou que o tráfico de seres humanos em Angola começa a ser preocupante, tendo chamado a atenção para um combate global.

“Infelizmente é um fenômeno que acontece freqüentemente em Angola e em muitos países. O combate ao tráfico de seres humanos é uma luta geral, as medidas usadas para um tipo de combate a nível interno ou internacional acabam por ser as mesmas”, afirmou o funcionário da OIM.

O responsável da OIM disse que os casos mais freqüentes são das crianças que são levadas por pessoas desconhecidas que se intitulam como pais ou parentes.

Segundo um documento da OIM, mais de 700 mil pessoas são traficadas anualmente no mundo.

Segundo ainda a mesma organização, elas vão para o estrangeiro como resultado de falsas promessas que os traficantes fazem, como garantia de emprego, oportunidade de estudo e ofertas de casamento. “Em consequência disso, são usadas como escravas domésticas, forçadas a trabalhar como prostitutas e a praticar pornografia”, refere o documento.

O tráfico de seres humanos não afeta apenas mulheres. Segundo a OIM, este processo atinge também homens e crianças. Enquanto os homens servem de mão-de-obra barata, as crianças são utilizadas também para transplante dos órgãos.

Fonte: Jornal de Angola

Posted in Tráfico de Crianças e Adolescentes, Tráfico de Mulheres, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Tríplice Fronteira é foco de tráfico humano, diz especialista

Posted by Daniela Alves em março 14, 2008

Cerca de 20 vítimas do tráfico humano, principalmente jovens e crianças destinados à exploração sexual, passam diariamente pela Tríplice Fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai, e o problema precisa de uma resposta multinacional, segundo uma especialista.

A paraguaia Cynthia Bendlin, coordenadora regional da Organização Internacional para as Migrações (OIM, um órgão da ONU), disse que há cerca de 6.000 vítimas potenciais de abuso nessa zona fronteiriça.

“A vulnerabilidade da população a torna mais propensa a ser vítima do tráfico humano”, disse à Reuters a especialista, que recebeu nesta semana um prêmio do Departamento de Estado dos EUA concedido anualmente a oito mulheres por seu ativismo pelos direitos femininos.

O tráfico humano afeta principalmente mulheres de 18 a 24 anos, mas é cada vez maior o número de vítimas menores de idade. Normalmente, o aliciamento começa em zonas pobres e rurais do Paraguai, e as moças são enviadas para cidades turísticas da Tríplice Fronteira ou para Buenos Aires, segundo Bendlin.

“Essas mulheres ou meninas são captadas com promessas de trabalho, como é o caso do Continue lendo »

Posted in Tráfico de Mulheres, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: , , , , , , | 3 Comments »

Brasileiras são vítimas de tráfico humano na Holanda

Posted by Daniela Alves em março 14, 2008

As principais rotas do tráfico de brasileiras para os Países Baixos partem da região amazônica, com escala no Suriname, país que faz fronteira com os estados do Pará e Amapá. Um relatório da ONG Fórum da Amazônia Oriental revela que das 241 rotas de tráfico de seres humanos identificadas no Brasil, 76 passam pela região Norte.

traficomulheresdentro.jpgOs aliciadores são, em geral, homens entre 31 e 41 anos, com bom nível de escolaridade. Grande parte deles são empresários, que trabalham em bares, casas de shows, agências de encontro e até salões de beleza.

Abordagem
Marcos Elísio Viana, pastor da Comunidade Cristã em Amsterdã, há 12 anos presta assistência a brasileiras vítimas das redes de tráfico na Holanda e que o procuram, depois de conseguirem escapar dos exploradores. Ele explica como é a abordagem das quadrilhas no Brasil:

Turistas holandeses vão se hospedar em pousadas ou hotéis e ali, numa conversa informal, fazem convites tentadores. Eles oferecem trabalho em hotéis e empresas, o que parece irrecusável para pessoas que vivem em condições financeiras limitadas. Elas acabam aceitando o convite e quando chegam aqui, vêem que a realidade é outra.

Radicada em Roterdã há 34 anos, a enfermeira Bete Gomes trabalhou voluntariamente durante quatro anos com o encaminhamento de vítimas para o Brasil. Durante as conversas com as mulheres, muitas contavam à enfermeira que eram agredidas e mantidas em cárcere privado pelos exploradores:

Elas ficam presas em casas e às vezes não sabem nem onde estão. Ficam sem passaporte e são obrigadas a se prostituir. Além disso, elas são maltratadas e obrigadas a se drogar, o que muitas meninas não querem fazer.

Seqüelas
O pastor Marcos Elísio Viana lembra o caso marcante de uma brasileira que, apesar de ter conseguido fugir, sofreu danos psicológicos e até físicos depois de ser obrigada a se prostituir na Holanda:

pastormarcos_200.jpg
Pastor Marcos Elísio Viana (foto):
“informação é fundamental para
combater o tráfico humano”

Logo que tomou consciência de que deveria se prostituir e não ser recepcionista de um hotel, ela imediatamente caiu num estado psicológico que causou conseqüências no seu corpo. Ela ficou doente e durante três meses foi tratada, mas logo depois começou a planejar a fuga. A jovem conseguiu analisar a rotina da casa e conseguiu escapar, pegando o primeiro trem, levando consigo apenas a roupa do corpo.

 

Por sorte, a vítima foi encontrada por um agente da Organização Internacional para Migração (OIM) dentro do vagão. Ela foi abrigada pela Comunidade Cristã em Amsterdã enquanto a IOM providenciava a repatriação para o Brasil.

Em alguns casos, a liberdade chega a ser comprada por clientes, que se apaixonam pelas jovens e propõem casamento. Quem conta é uma brasileira que durante três anos ajudou vítimas na cidade holandesa de Enschede, na fronteira com a Alemanha, e prefere o anonimato:

Quando elas faziam sexo com um homem que se apaixonava por elas, muitas tinham a sorte de ser compradas por ele. O preço varia entre três mil a cinco mil euros. Após o pagamento, o aliciador entregava o passaporte e a menina estava livre.

Fonte: Parceria.NL

 

Posted in Tráfico de Mulheres, Tráfico de Pessoas | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »